sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008

Cuidados com os animais idosos

Nos últimos anos, a esperança de vida dos nossos animais de companhia tem aumentado, muito se deve ao desenvolvimento dos cuidados de saúde preventiva.
É importante ter a noção de quando é que o seu animal de estimação está a entrar na etapa sénior da sua vida.
Os cães de raça pequena e os gatos começam a ser considerados seniores a partir dos 8/9 anos. Os cães de raça média/grande são seniores a partir dos 7/8 anos.
Quando um animal se torna idoso é muito importante, para além de o manter saudável, fazer com que tenha qualidade de vida.
Por isso, é indispensável ter um bom acompanhamento veterinário pois assim podem ser despistadas e prevenidas determinadas doenças típicas dos animais mais velhos.
Ser velho não é uma doença, como tal é importante ter em conta determinados sinais que nos podem alertar para determinados problemas/doenças característicos da idade avançada.
Assim, é importante estar atento ao seu estado geral. Também cabe ao dono notar quaisquer alterações invulgares no seu comportamento, tais como: alterações no apetite, no período de vigilância, no nível de actividade e na audição. E também alterações musculares, estado do corpo e pêlo.
Existem determinados sinais que se devem ter em conta quando temos um animal idoso, por exemplo: mais sede, urinar em grande quantidade, perda de peso, perda parcial ou total do apetite ou pelo contrário aumento substancial do apetite, vómitos frequentes, diarreia, dificuldade em defecar ou urinar, mau hálito ou salivação excessiva persistente, dilatação do abdómen, diminuição da actividade ou aumento do tempo que passa a dormir, perda de pêlo, respiração ofegante mesmo em descanso, dificuldade em mastigar ou comer.
Em caso de notar algum desses sinais é importante consultar o Médico Veterinário pois podem ser sintomas de doenças, muitas delas relacionadas com a idade, tais como: problemas articulares, tumores, insuficiência renal, doenças cardiovasculares, Diabetes e obesidade.
Há algumas alterações características da idade que são inevitáveis, mas podem ter dietas ou suplementos nutricionais que melhorem ou atrasem o seu aparecimento.
Essas alterações são: insuficiências hepato-biliares, alterações renais, alterações cardiovasculares, diminuição do metabolismo, piora do estado da pele e pêlo.
Tal como nós, humanos, os animais de estimação devem receber tratamentos de saúde especializados conforme a sua idade. Por isso é importante fazer-se um exame físico completo pelo menos 2 vezes por ano. Pelo menos 1 vez por ano é aconselhável fazer análises laboratoriais.
São procedimentos simples e rotineiros que podem ajudar muito a melhorar a qualidade de vida do seu animal.

Sem comentários: